Os melhores discos nacionais de 2012

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013
Mais um ano começou, o carnaval acabou e o Todos os Ouvidos demorou pra fazer sua listinha de melhores de 2012. Mas estamos de volta e nada melhor que na primeira postagem de 2013 façamos um flashback dos melhores lançamentos musicais do ano que passou. Foram muitos trabalhos bacanas que fizeram a alegria de quem gosta de boa música. Listas dos "melhores" são sempre polêmicas, às vezes injustas e carrega sempre um gostinho pessoal. Por esse motivo a nossa classificação serve mais como sugestão aos leitores. Muitos dos álbuns abaixo receberam boas críticas e se destacaram no cenário musical, vocês facilmente irão encontrá-los em outras listas por aí.

Agora vamos aos destaques de 2012:




10 – Segunda Pele (Roberta Sá) O ano de 2012 começou bem. Roberta Sá lançou Segunda Pele, um disco muito agradável, que segue uma linha diferente dos trabalhos anteriores. O samba ficou de lado e deu lugar ao pop. Roberta saiu da sua zona de conforto e mostrou um repertório mais eclético, uma sonoridade mais diversa e livre. A música de abertura “Lua” já anuncia a novidade. Renovação é a marca desse trabalho, por isso ele é presença garantida em nossa lista. Destaque: Bem a Sós, Pavilhão de Espelhos.

9 – The Moon 1111 (Otto) Depois do aclamado “Certa manhã acordei de sonhos intranquilos” (2009), Otto lançou em novembro passado o disco The Moon 1111, com uma sonoridade pop, kitsch, tecnopop e rock. A atmosfera depressiva do trabalho anterior fica menos evidente nesse novo disco. Momentos dramáticos presentes algumas composições se equilibram com o humor em outras. O repertório é bem costurado. Destaque para as músicas: Ela Falava, Dia Claro, Exu Parade.





8 – Arrocha (Curumim) O som orgânico registrado nos trabalhos anteriores sede lugar as batidas eletrônicas. O disco revela um caráter intimista por ser todo gravado de maneira digital e em estúdio caseiro. O rústico e o moderno se misturam. Destaque: Selvage, Passarinho, Tupazinho Guerreiro.










7 - Treme (Gaby Amarantos) Sem dúvida o som do estado do Pará despontou no país, não só com o aparecimento de cantores talentosos como Lia Sophia e Felipe Cordeiro, mas porque o tecnobrega ganhou ares cult. O Brasil passou a conhecer o ritmo que vêm de uma Amazônia aparelhada, moderna e vibrante. Treme de Gaby Amarantos entra na nossa galeria de melhores, trazendo um Brasil sonoro que poucos conheciam. Destaque: Pimenta com Sal, Ela tá Beba Doida, Ex My Love, Ela tá no ar.




6 – Claridão (Silva) Erudito, moderno, eletrônico e pop. Esse conjunto é que caracteriza o trabalho de Silva. Melhor descoberta sonora de 2013. Destaque: Cansei.








5 – Tropicália Lixo Lógico (Tom Zé) Eclético e inventivo como sempre, Tom Zé revisita o movimento Tropicalista nesse novo disco. Esse trabalho pode causar certo estranhamento, mas sem dúvidas é um verdadeiro estudo das origens do Tropicalismo em forma de música. Tem ainda participações super especiais, entre elas a de Mallu Magalhães, Emicida e Rodrigo Amarante. Destaques: Capitais e Tais, Tropicalea Jacta Est, O Motobói e Maria Clara.




4 - Tudo Tanto (Tulipa Ruiz) Tulipa passou na prova do segundo CD e trouxe um trabalho tão bom quanto o primeiro. A temática urbana e as crônicas do cotidiano continuam sendo comuns nas suas composições. Destaque: É, Dois Cafés, Víbora.










3 – O Deus Que Devasta Também Cura (Lucas Santtana) Nesse disco Lucas aposta na brasilidade e ritmos diversos. Tem até homenagem a Belém do Pará em “Ela é Belém”, trazendo uma pegada tecnobrega, e a São Paulo em “Se Pá Ska S.P”, carregado de um ritmo frenético que simboliza o aspecto caótico da cidade. Enfim, um disco para se ouvir do começo ao fim em alto e bom som. Destaque: Vamos Andar Pela Cidade, Dia de Furar Onda no Mar, O Paladino e Seu Cavalo Altar.



2 – Caravana Sereia Bloom (Céu) A vida na estrada serviu de inspiração para o novo disco de Céu. A sonoridade jazzística e meio hippie dos discos anteriores dão lugar ao bolero e ao brega. Destaque para: Falta de Ar, Retrovisor, Chegar em Mim.









1 – Abraçaço (Caetano Veloso) O disco encerra a trilogia iniciada com "Cê" (2006) e "Zii e Zie" (2009), o projeto roqueiro que levou o cantor a se tornar mais popular entre o público jovem. Aos 70 anos Caetano mantém o vigor criativo. Em Abraçaço encontramos uma bossa nova agressiva em “A Bossa Nova é Foda” e o funk bem sucedido de “Funk Melódico”. Abraçaço é um discaço!






Que venham bons discos em 2013!

21 comentários:

Adriano Ferreira, CM disse...

cara, ótimas dicas. dos citados só tinha ouvido o do otto e o do caetano. vou correr atras. sempre bom ver um blog com gosto musical refinado. valeu, abraçaço!
BANQUETE DOS MENDIGOS
http://banquetedosmendigos.blogspot.com.br

Li Limeira disse...

Gostei ótimas dicas ... que bom que o Brasil ainda produz coisa boa no âmbito musical...mas dessa lista só tiraria Treme... não acho um bom álbum...mas é questão de gosto...valew!!! Grande abraço!

http://alternativassonoras.blogspot.com.br/

Pergunte a uma mulher disse...

Adoreiiii!!!
ontem mesmo estava ouvindo uma música do Caetano, muito bom!

Lucas Adonai disse...

Poxa, gostei muito =)

Cafajeste Sedentário disse...

Sou músico,toco guitarra a mais de 10 anos... não vivo sem música,ouvi quase todos esses discos (menos o da gaby amarantos e luan santana,que eu não suporto) e não gostei de nenhum,ultimamente tem saído pouca coisa boa. O último disco decente que eu ouvi foi o do Slash,até o último do capital (banda que sou muito fã) não achei mais que ''mediano''. Raimundos vai lançar um em breve,tomara que saia algo bom dai,pq ta foda.

Yuusuke disse...

Não curto musica nacional . Mas curto um pouco do trabalho do Caetano.

Lesstack Manson disse...

Eu não curto muito da música "nacional"...

Filipe Dias disse...

Só ouvi o do Tom Zé, é ótimo, alguns eu nao conheço e vou pesuisar sobre os outros.

PS: como pode esse pessoal dizer que nao gosta de musica nacional, hein? tem muita qualidade aqui

Patrick Pinheiro disse...

Todos ótimos, menos o de tecnobrega. Não acho justo estar entre os melhores

Rurik S disse...

Confesso que não conhecia a maioria dos listados, mas pelo que li, parecem dignos de uma pesquisa mais aprimorada! Obrigado pelas dicas ;)

http://elesligam.com

Tati disse...

The Moon 1111 realmente é fantástico. Aliás, o show do álbum te deixa sem fôlego! Otto é incrível e muito melho ao vivo.

Na minha opinião, Estrela Decandente, do Thiago Pethit poderia estar nessa lista... risos!!!

Jéssica Simões disse...

Boas dicas mesmo! Bem bacana seu blog! Pena que a mídia não abre muito espaço pras músicas boas, como as que você citou por aqui.

davi disse...

gostei das dicas :D da uma olhada no meu http://bloggdoanonino.blogspot.com.br

Claudiomar Aparecido disse...

otima seleção

Aline Diedrich disse...

Tem alguns muito bons na sua lista!

Marcela Melo disse...

Ter Caetano encabeçando a lista, significa que a nossa música ainda tem, mesmo que uma fina e quase indestigivel, esperança. Porque nos últimos anos a musica brasileira só tem caído e caído e caído. E nem estou falando de ritmos, mas de qualidade mesmo...

Particularmente, acho que outros discos brasileiros deveriam ser chamados os melhores... mas...

http://mmelofazminhacabeca.blogspot.com

Ta Vendido disse...

Ótimas dicas inclusive o primeiro e o terceiro.

Um forte abraço e sucesso para o blog

Se tiver um tempinho passe em nosso portal de anúncios ficaremos

felizes com sua presença.

http://tavendido.com.br

Anuncie é grátis clique aqui!

Biia. disse...

Gostei ><
http://deadolescenteparaadolescenteporbia.blogspot.com.br/

esther paola disse...

aê italinho!!!!!!curti!!! que milagre que não entrou o pato não entrou nessa lista!!!! hehhehe bjs

Douglas Adrian disse...

Boa noite,

Meu nome é Douglas Adrian, sou escritor do blog Revelação do Meu Eu. Atualmente escrevo uma coluna de literatura em uma revista virtual, REVISTA CULTIVE (http://revistacultive.com.br/). Tenho um projeto em andamento para uma nova postagem na coluna onde reunirei pequenos textos de blogueiros, com isso o trabalho dos participantes poderá ser divulgado e o seu nome conhecido por meio da revista. Caso tenha interesse gentileza retornar contato no e-mail douglas@revistacultive.com.br, assim encaminharei os procedimentos para confecção dos textos e participação.
Desde já agradeço a atenção.



Atenciosamente,
Douglas Adrian

Manoel José de Santana disse...

Obrigado amigo (a). Estou fazendo uma visita ao teu Blog. Meus parabéns pelos teus trabalhos e sucessos. Abraço de Manoel Limoeiro. Recife PE. http://grupounidoderodafogo.blogspot.com.br/

Postar um comentário