É tempo de Forró!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Junho chegou, é tempo de Forró. Esse ritmo ganha destaque total nesse período do ano, assim como no carnaval tem sempre uma música que aponta como hit, aquela que durante algum tempo vai atormentar nossos ouvidos. Pois bem, no ano passado a música foi Chora, me liga de João Bosco e Vinicius, agora tem uma tal de Saia e bicicletinha do grupo Aviões do Forró, que não para de tocar nas rádios, carros e em festinhas, forte candidata a título de “Música do São João”.

O mais surpreendente é como o Forró foi se transformando e disseminando subgêneros, do autêntico Pé de Serra, tradicionalmente tocado com sanfona, zabumba e triângulo, hoje temos o forró Universitário, Sertanejo e Elétrico, com introdução de instrumentos eletrônicos, como a bateria, guitarra e baixo. Na verdade esses subgêneros, na minha opinião, só acrescentaram novas sonoridades, as letras das músicas que antes falavam do povo nordestino com todos os seus problemas, das belezas naturais e do amor ingênuo, deram lugar ao amor banal, traição e futilidades contemporâneas, numa tentativa de atrair os jovens para o consumo desse tipo de música. Para se ter uma ideia dessa transformação, basta ouvir Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Dorgival Dantas, para não citar outros grandes nomes, e compará-los ao tipo de forró feito hoje por bandas como Calcinha Preta, Cavaleiros do Forró, etc, etc. Vocês entenderão do que estou falando.

Não quero fazer aqui uma análise preconceituosa, mesmo porque acho que toda transformação é necessária para a própria evolução da música, só não podemos deixar que o Forró seja apenas essa coisa fútil e descartável que vemos hoje. Muitas festas de São João, por exemplo, tem se transformado em mega eventos que mais parecem um carnaval, e todos muito caros, pelo menos ainda restam algumas cidades do interior onde tem festa na praça de graça com vários sanfoneiros e bandas de forró dividindo o mesmo palco... Enfim, tomar licor e dançar aquele xote coladinho é bom demais.

31 comentários:

Macaco Pipi disse...

deloca gurizada!

Alan Costa disse...

nossa muito interessante sua análise, concordo que as festas juninas vem ganhando um ar de carnaval, é fantástica aquelas festas de interior
parabéns
visite meu blog http://alancostam.blogspot.com/

Inez disse...

Eu prefiro sempre essas músicas no original.
Não sou contra as transformações mas, o original tem uma outra beleza, mais digamos assim nobre

Jeh Pagliai disse...

Confesso ADORAR ForReagee :D

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

Estude-me ! disse...

Concordo plenamente com o seupost! O original sempre me chamou a atenção, e quando começa a enfeitar demais as coisas, para mim perde a graça. Interessante o seu pos !

Sandro Batista disse...

òtima análise! Eu já diria mais... Essa "modernização" é em tudo que é ritmo, porque hoje em dia, tudo tem que ser pop... E isso vai distorcendo os ritmos. Há quem diga que faz parte da evolução natural das coisas. Eu tenho lá minhas dúvidas.

juscelino disse...

Eu já não gosto muito do estilo e essas novas modificações estão acabando com o verdadeiro forró , que apesar de não gostar muito , reconheço sua qualidade.

Dan. disse...

Ainda bem que ainda se pode encontrar forros como o de dominguinhos e etc.
A prefeitura aqui de João Pessoa, Paraíba, está realizando um são joão super cultural.
Nada destas bandas de forros atuais.
E uma das atraçãoes será domiguinhos e elba ramalho!
:)

California disse...

eu não sou muito fãa de forró não..rs mais dizem que quem é nordestino tem que gostar de forro não é..--'
pois bem.. :D não é a minha praia não.. ainda mais hj que as letras são tão apelativas para o lado do sexo.. --' realmente não se compara aos forróss feitos por dominguinhos, luiz gonzaga e outros..

Diego disse...

Me amarrei na análise, principalmente no trecho em que diz que "as letras das músicas que antes falavam do povo nordestino com todos os seus problemas, das belezas naturais e do amor ingênuo, deram lugar ao amor banal, traição e futilidades contemporâneas". O Forró tipico está sendo, com o tempo, modificado, perdendo sua essência, talvez, em alguns anos, percamos o Forró tradicional que dará lugar a novas formas de disseminação da "cultua local" por meio de músicas que discorram de temáticas universais. Gostei do blog, em especial da sintonia: Conteúdo e Lay. Acho isso super importante, conseguirmos "causar" o leitor, mantendo uma interatividade entre o conteúdo, desde imagens, lay até o que está escrito. Sucesso para o blog, e se puderes dá uma conferida no meu: www.diiegopauliino.blogspot.com - Abração!

musicpris disse...

adorooooo um forrozinho pé de serra

Nina disse...

Forró é bom demais,além de ser beem brasileiro.

Deane disse...

Adoro um forró arrasta pé, pé de serra.. é a mesma coisa? rs
Não gosto das vesões modernas que as pessoas fazem não. Outro dia ouvi a música "esperando na janela" em ritmo de sertanejo univertisario, acho que era isso, mas nossa ficou horrível.

Wander Veroni disse...

Confesso que não escuto muito esse tipo de música. Claro, tem algumas que são bem feitas, mas não gosto de algumas canções que vulgarizam esse ritmo. Mas, de toda modo, é uma expressão cultural e regional, o que é um barato.

Abraço,

http://cafecomnoticias.blogspot.com

†Janaina† disse...

Não gosto de forró nem de seus subgêneros, mas isso é verdade, toda música passa por uma transformação. Das ramificações do rock dizem que surgiram o emocore (deus nos livre e guarde). Sabe, realmente existe e é necessária uma transformação na música, mas na sonoridade, acrescentação de novos instrumentos, outros temas para letras...
Outros temas? Aí é que está o X da questão. Os "outros temas", que estão aí atualmente em muitos ritmos, foram surgeridos apenas e únicamente como algo sem criatividade com bagaceirisses para atingir o maior ponto da população que gosta desse tipo de coisa: prática em uma festa que incentiva a pegação e, como eu disse, praticidade, além de tudo ser uma questão comercial. Fazem músicas de qualquer jeito, que dizem respeito ao que a população esta escutando e gostam, em festas bem... "espontâneas".
Na verdade não ouve aperfeiçoamente real de muitas músicas, só a falta de criatividade e busca por cada vez mais praticidade nas coisas que, inclusive, a mídia opta pelo nova para poder lucrar mais, e consegue! Porque existe essa necessidade e influencia dela que incentiva para que esses tipos de sons cresçam. E se fores observar, como você mesmo citou no seu texto, tem muitas músicas que não dizem nada, só besteiras. Saia e bicicletinha .. ? Ouvi já essa música, bah. E tem gente que ganha dinheiro com isso :P
Desculpe se ofendi alguem em algo
Gostei do seu pensamento sobre isso.
Hell yeah! Melhor as músicas antigas que sejam. E vamo curtir São João, toma muito trago ghahhahahha (viva o licor e o quentão!! o/)

farofadeglitter disse...

O forró tem suas “variações”, mas que acabam perdendo a essência original.
Não pelo fato de ser uma coisa nova (temos a tendência de achar que nada que é novo presta quando se trata de música), mas pelo fato de que a única coisa que liga o forro de Marines com o da Joelma é a Sanfona.
Ou seja, o fato de terem o mesmo instrumentos como base, não deveria ter a mesma denominação.
Assim como samba é uma coisa e inimigos da HP é outra completamente diferente.
Criar nomes novos, para novos estilos musicais dá mais identidade a esses novos sons.

http://farofadeglitter.blogspot.com/

musicpris disse...

eu vo seguir seu blog :)

Joice Kelly disse...

forró, musica brasileira, tudo de bom!

Guilherme Lombardi disse...

forregae é legal!

California disse...

não gosto muito de forro..."/

Fabíola Oliveira disse...

É válida sua crítica. Mas é que o forró precisa vender e vender mais significa alcançar outro tipo de público e o público da vez é o cobiçado público jovem. Então, para que esse objetivo fosse atingido, as letras das músicas tiveram que sofrer alterações, alterações estas que não foram para melhor, claro.

Mas sobre a música da Bicicletinha, ela fo hit do carvanal também. Serviu para duas grandes festas brasileiras: para o carnaval e parao São João.

Sou de Recife e aqui, apesar de ela tocar muito ainda, já tá tocando bem menos.

Ah! já viu outra música que uma banda aí fez sobre essa música da biciletinha? rsrsrs

Abraços!

Net Esportes disse...

não gosto de Forró. Mas concordo que não se deve mudar muito um estilo de música. Vejo muitos rítimos toscos que chamam de Rock que tá loko viu .... é lamentável.

Thamyzinha Iwasaki disse...

não sou uma fã de forro mais não posso discutir é um ritimo que contagia pela sua alegria pelos hits marcantes.
Bem para esse periodo de são joão é uma otima pedida e tipo é legal aquelas musicas antigas do distinto forro pé de serra mais é muito legal ouvir o que disponta agora com o forro universitario um estilo mais moderno mais que é muito bom tambem.
bem forro é isso muita alegria...
viva ao são joão rsrs
xau

LHÚ WEISS disse...

Olá amigo! passei para te deixar um abraço!
Quem conhece as tradicionais festas juninas, sabe que as músicas que tocam agora, não tem nada a ver com festa junina! mesmo o forró! você já foi em festa junina que tem música da XUXA e LUAN SANTANA?então me diga: que festas são essas?
Bons tempos que a música era caipira e o bolo ainda era de milho...
Abraços
Lhú Weiss

Pobre esponja disse...

Gosto de forró, mas o de raiz, sabe...
Gosto muito de Elba, Dominguinhos... essa galera genial.
Infelizmente as festas populares tendem ou a se extinguirem ou a virarem "produtos".
Mas sempre tem um lugar, uma banda, um programa que salvam.
Isso aí, curto muito seu blog.

abç
PObre Esponja

Jonatas Fróes disse...

Não sou chegado em forró, mas respeito o gênero por atingir proporções bastante relevantes na massa. É um ritmo gostoso pra dançar, mas realmente não faz meu tipo. O forró mais "raiz" é até agradável de escutar, mas conheço bem pouco e não me interesso muito pelo gênero ;P

[]'s

http://musikaholic.wordpress.com

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Forro ultimamente parece mais lambada.. podia ser pior.. podia parecer com Funk...do pior tipo...

Lucas Adonai disse...

Verdade cara ... junho passou , e só se falou nisso!
Nao sou muito fã de forró , respeito, pois é bem típico da musica brasileira!
Representa cultura.
Parabéns pelo blog
dá uma visitada lá no meu.

http://www.ladonaiweb.blogspot.com

Manuelle disse...

Eu amo forró,melhor tempo é esse de junho q so toca forró amooooooo!
http://manuviverfeliz.blogspot.com/

Francorebel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francorebel disse...

Eu dançava forró quando era pequeno, rs... eu gosto de ouvir Luiz Gonzaga, acima de tudo!

Valeu e obrigado pela visita e pelos comentários no mu Blog!

Volte sempre!

Abraços!!!

Francorebel.

Postar um comentário