Grande gravadora, pra quê?

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011
Foi-se o tempo em que as grandes gravadoras, as chamadas majors, dominavam o comércio musical, hoje com o desenvolvimento das novas tecnologias da comunicação e com a facilidade de acesso a elas, nenhum artista precisa sucumbir às regras mercadológicas de uma gravadora. A não ser aqueles que ainda tem bom retorno na venda de CDs e DVDs, ou que preferem deixar a cargo dos profissionais da gravadora todo o trabalho de divulgação, marketing, agenda, enfim, todas as etapas de produção e agenciamento.

Antigamente os músicos da cena alternativa tinham como objetivo fazer parte do elenco de uma grande gravadora, era importante para se ter acesso midiático, bons produtores, e consequentemente conquistarem público. Essa passagem foi muito importante para muito deles se consagrarem no mercado nacional. Hoje o caminho é inverso, muitos artistas foram dispensados de sua gravadora e retornaram ao cenário independente, mas claro que com uma bagagem muito maior, é o caso do Pato Fu (ex SONY/BMG), por exemplo, mesmo não tendo a mesma exposição de antes, continuam evoluindo musicalmente, e ganhando notas na mídia. Há artistas independentes que aproveitam as novas tecnologias, como a internet, por exemplo, através do MySpace, LastFM, Youtube, e demais sites de relacionamento para divulgar seus trabalhos e lançar seu material físico por meio de selos e distribuidoras alternativas, a Tratore é uma delas, ou disponibilizando suas músicas para download em sites como da gravadora Trama.

As gravadoras independentes têm uma função satélite ou complementar no mercado fonográfico, cumprem o papel de descobrir e desenvolver novos talentos que podem ser assumidos posteriormente com menos risco pelas majors. Além disso, a produção independente acompanha com mais agilidade as constantes mudanças do mercado fonográfico. Enfim, as grandes gravadoras não podem mais ser vistas como a única via de acesso ao mercado musical. É possível garimpar um monte de artistas independentes bacanas na internet, não é uma tarefa fácil, devido a grande quantidade de informação, mas procurando a gente acha. Lucas Santtana, por exemplo, é um super músico e tem trabalhos interessantes. Tem também, Karina Buhr, Tulipa Ruiz (que descobri recentemente), tem Ludov, Trash Pour 4, entre outros.

Dê um play no video abaixo:

42 comentários:

Marcel Camp disse...

MUITO BOM O SEU TEXTO!!! DE UMA GRANDE UTILIDADE MUSICAL, PARA QUEM BUSCA POR NOVOS ARTISTAS, E AINDA DEBATE MUITAS QUESTÕES DO ATUAL MERCADO FONOGRÁFICO!

ACHO QUE OS DOWNLOADS DE MÚSICAS E TAL, PREJUDICAM SIM MUITAS BANDAS E ISSO REFLETE NO TRABALHO QUE AS MESMAS TEM JUNTO AS GRAVADORAS! MUITOS DESSES ARTISTAS, INCLUSIVE, PREFERIRAM MONTAR SUAS PRÓPRIAS GRAVADORAS E SEREM SEU PRÓPRIOS EMPRESÁRIOS PARA TER UM CONTROLE MAIOR E MELHOR EM CIMA DO MATERIAL MUSICAL QUE ESTARIAM PRODUZINDO (Caso do cantor e músico Lobão, que criou o gravadora dele).

MAS A VANTAGEM DE SE SABER USAR ESSE ESPAÇO VIRTUAL É MESMO GARIMPAR E SABER UTILIZAR O MEIO COMO UMA FONTE DE DIVULGAÇÃO E PROPAGANDA... ISSO PODE MESMO AJUDAR MUITOS ARTISTAS ANÔNIMOS E DESCONHECIDOS, QUE QUEREM TER SEUS TRABALHOS EM DESTAQUE! COMO ESSE GRANDE MÚSICO QUE VC POSTOU AÍ NO POST, MUITO TALENTOSO MESMO, POR SINAL.

GOSTEI DESSE SEU POST!

ABS,

Paulo Cheng (Rico) disse...

Cara, já foi o tempo das grandes mainstreams. Com o advento da internet e da pirataria, a coisa está tomando um rumo bem diferente de alguns anos atrás. Claro que as grandes gravadoras ainda vão permanecer por algum tempo, mas para o artista, a grande fonte de renda será os shows e não a venda de discos.

Ótimo post, abração.

Lucas disse...

Acho que isso é uma faca de dois gumes, uma gravadora é/era essencial para uma promissora carreira. Com os veículos de comunicação isso mudou muito, mas nada desesperador. Prejudica bastante quem trabalhada com gravadoras, mas ajuda muito quem trabalha na mídia em si.
Parabéns pelo post. Um assunto massa a ser discutido.

Douglas disse...

vdd, a tecnologia vem facilitando muito isso de divulgação de bandas e cantores e td mais...
Parabéns pelo blog...
visite o meu blog:
http://aopiniaoonline.blogspot.com/

Truco ladrão disse...

cara,
fiz um trabalho ano passado sobre pirataria
e a comparação feita com um passado recente, é assustadora
foi se o tempo qe a venda de cd dão lucro pros artista
isso é o de menos no dia de hoje
tem qe achara otra forma de ganhar seu dinheiro,
além disso infelizmente mtos bons artistas se perdem devida tamanha concorrência ;x

enfim beeelo tópico cara, ótimo assunto e abordagem
nossos parabéns
e sucesso ae parceiro ;D

se puder da uma passada e comentada no nosso blog la :D

http://trucoladrao.blogspot.com
http://trucoladrao.blogspot.com

desde ja agradecemos :D
Londrina - PR

V¡ии¡¢¡µs ツ disse...

kra a internet e o lugar principal de originar novas bandas! uma divulgaçãozinha aki outra ali e começa a ficar famosos facil facil! acesse meu blog

Site da NET | Portal de Novidades

Helen Louzada disse...

Incrível o som..
Incrível o blog..
Tens um gosto excelenteee..
Abraços!
helenlouz.blogspot.com

Francorebel disse...

Música boa não precisa de muito investimento pra fazer sucesso.

Nina Aubasi disse...

É realmente mais difícil seguir caminho independente, mas se o trabalho for bom, vai bombar de qualquer jeito!
Parabéns pelo texto... MUITO bem escrito.

Gii disse...

Nossa parabéns pelo post, muito bom mesmo.
Também acho que cada vez mais as grandes gravadoras vem sendo desnecessárias, para quem realmente tem talento. Afinal, sendo bom não importa o rotulo.

barbaranonato disse...

Pra quem começa a engatinhar no mercado fonográfico, lançar músicas não é tarefa fácil, mediante uma série de preconceitos existentes e os custos de uma produção. A rede tem dois lados, no meu ver: dificulta para aqueles que tem seus trabalhos lançados, quando oferece downloads de seus discos ou Dvds; em paralelo, facilita a divulgação do trabalho daqueles que não tem condição de arcar com a produção de seu disco ou não conseguem devido espaço nas gravadores. Dois lados de uma mesma moeda...

projetonulladiessinelinea disse...

Ítalo,
concordo contigo. Apesar do apoio que uma grande gravadora ainda pode oferecer, os artistas independentes estão ganhando cada vez mais força com as mídias sociais! :) Hoje em dia é possível divulgar seu trabalho para um número considerável de pessoas, se lançar por um selo independente e ter seu talento reconhecido. Viva a Internet! \o/

P.s.: Adoro Ludov!! :D

Marcus Rampani disse...

otimo blog parabens

http://futrockmma.blogspot.com/

Filipe Dias disse...

Parábens pelo blog

Leandro Danúbio disse...

Cara eu admiro sua atidude contrar essas grandes gravadoras sem pé e sem cabeça que lançam bandas sem sentidos...

Gostei muito das críticas...

G7 Notícias: http://g7ceara.blogspot.com

Marcio Santos disse...

"Viva a arte independente"

Boa semana, abraço!

Fábio Mayolino disse...

E quer saber? os grandes nomes do underground estão indo para o mainstream. Dificil entender tudo isso.

Sandro Mangueirense disse...

Se por um lado foi positivo para os artistas a quebra do poder de grandes gravadoras, que visam apenas o comércio, deixando muitas vezes de lado talentos perdidos, por outro lado, a facilidade que a internet oferece, promove também muitos lixos e os transforma em verdadeiras celebridades da música, por conta do gosto cada vez menos apurado do público, que aliás, tem se mostrado muito mais interessado em aparência, em excentricidade, do que propriamente no talento vocal dos artistas.

Fábio Mayolino disse...

não existe apenas talento vocal, meu caro... isso é puramente qualidade de músico pop.. eu por exemplo prefiro um instrumental que um canarinho cantando maravilhas mas com um acompanhamento pobre e simplista... sou vocalista, mas também guitarrista solo, no qual acredito que tanto a melodia do canto quanto a harmonia do acompanhamento deve ser de qualidade e sentimento.

DE TUDO UM POUCO, MINHA OPINIÃO disse...

Existem muitos talentos, principalmente na nossa música. Mais infelizmente esses não tem chance nem espaço.

Patricia Barros disse...

Adorei.

Ale Marques disse...

poxa cara antigamente era só quem tinha espaço quem tinha muito talento para gravar. e hoje quem perdeu espaço foram as gravadoras.... Mas, em compensação, hj temos muitas porcarias no mercado.

parabéns pelo blog. muito bom.

depois passa no meu (-:

http://aleartdigital.blogspot.com/

garotoforense disse...

Muito bom seu blog,
eu concordo com o cara ai em cima,
as "bandas de garagem ganharam mais facilidade de
ser visualizadas, mas agora qualquer uma faz sucesso mas pela roupa do que a música

On Anoite disse...

Cara as gravadoras não estão mais tão preocupadas em achar talentos talves esse seja o problema.

mulherices disse...

De fato, a internet e as novas tecnologias democratizaram a música. Não há dúvida disso. Contudo, nada se compara a emoção que sentíamos - há muitos anos! - ao comprar um LP do amado artista. E chegar em casa, saborear devagar .. as fotos, as informações do encarte .. e depois o disco, faixa por faixa.

Era outra coisa! :)

Eu sei que vcs nem sabem do que eu estou falando! :)

Alex Azevedo Dias disse...

A questão se coloca numa dicotomia, às vezes insolúvel. Vou aderir ao clichê, de que em tudo há prós e contras. As gravadoras, assim como as editoras, exigem que seja entregue um material todo mutilado, estampando um selo de qualidade padronizado, simplesmente para fins mercadológicos. As gravações e edições independente, com o investimento do próprio capital dos autores, e por alguns raros patrocínios que permitem a livre criação, apesar do grande esforço, possibilitam a liberdade de expressão. Mas com o advento do "domínio público", mio também de divulgação do trabalho, como ficam os direitos autorais - o ganha pão do artista?

eraumavezchaplin disse...

Eu, sinceramente, não me importo com isso. Sou um músico, compositor. Componho músicas para jogos, divulgo minhas músicas na internet. Tenho apenas 17 anos e pretendo ainda ser compositor de uma grande empresa de jogos (Microsoft, Sony, Nintendo, Square-Enix, por exemplo). E sinceramente não me importo com isso...música devia ser, antes de tudo, DO POVO...era assim alguns séculos atrás (com Bach, Mozart, Villa-Lobos e afins).

Leandro disse...

muito bom seu blog, meu velho
parabens
abs


http://memoriasdepedrobala.blogspot.com/

Paulo Cheng (Rico) disse...

CREIO QUE COM A INTERNET O FORMATO DE DISCO E DISTRIBUIÇÃO VAI SOFRER UMA METAMORFOSE PROFUNDA DAQUI POR DIANTE. HOJE, O ARTISTA SÓ GANHA DINHEIRO COM SHOWS E DIREITOS AUTORAIS. VENDAGEM DE DISCO JÁ ENRICOU MUITA GENTE, MAS NO PASSADO. NOVOS TEMPOS.

LEONARDO MORENO disse...

ACABOU O MONOPÓLIO DE GRAVADORAS, A TECNOLOGIA DA INTERNET LHE DEU ISSO, AINDA BEM.

pisovelho.com.br disse...

As grandes gravadoras estão falindo é fato... artista tira o seu dinheiro dos show... então o papel da gravadora como divulgação está perdendo força com a internet... por isso mais artistas fabricados irao surgir para tentar salva-las...

Marcel Camp disse...

A INTERNET, DE FATO, ESTÁ SENDO UTILIZADA DE UMA MANEIRA INTELIGENTE POR MUITOS ARTISTAS QUE VIRAM QUE PERDERAM SUA FORÇA EM ALGUMAS GRAVADORAS...

UM GRANDE EXEMPLO É O QUE ALGUMAS BANDAS DE ROCK FAZEM PROMOVENDO E DIVULGANDO ÀS VEZES TODO O SEU TRABALHO DE UM NOVO ALBUM DISPONIBILIZANDO ALGUMAS FAXAS NA INTERNET. O RADIOHEAD FEZ ISSO DE MANEIRA BEM SACAL!!!

Nobody disse...

Realmente... Tem prós e contras, já que se todos postam seus trabalhos, tem muita coisa sem qualidade =/

Tem um selo pra vc no meu blog!
Bjo =*

Me fugaz devaneio disse...

Que máximo seu txt. parabéns!!

http://meufugazdevaneio.blogspot.com/

Nathacha disse...

Bem informativo! Antes era dificílimo o caminho para o suceso! Hoje em dia com todos os instrumentos de divulgação disponibilizados pela internet , até o Tiririca poderia relançar um novo disco

http://medicinepractises.blogspot.com/

Macaco Pipi disse...

até os alternativos debandam pro outro lado!

Macaco Pipi disse...

http://www.linkdahora.com.br
!
!
!
MAIS UMA OPÇÃO PRA VOCÊ DIVULGAR SEU BLOG!

Luis Sapir disse...

Excelente Texto!

O trabalho do Lucas já conhecia e tenho enorme apreço

Menino Louco disse...

muito bom ,parabens pelo seu blog

Gustavo disse...

Na minha opinião, a internet e consequentemente os downloads, são ruins para as bandas que não souberem usar. Afinal, há várias bandas que utilizam sites para vendas de músicas por download! Junto o útil ao agradável e acaba ganhando mais dinheiro e divulgando até mais!

Abraço!
Alysson Gustavo do blog http://intelectonizando.blogspot.com

BACKBEAT disse...

Muito pertinente o seu texto. Chegou a hora de arregaçarmos as mangas e vendermos os nossos próprios trabalhos. Aliás, não dizem que o gado engorda aos olhos do dono? Pois então!...

CAMILA DE ARAUJO disse...

Atualmente a internet é o melhor espaço para o artista se divulgar, a gravadora atualmente só oferece a infra estrutura e os contatos necessários, mas limita muito o artista. Bandas como você citou e foram citadas nesse post deram um pé na bunda dos sanguessugas da indústria fonográfica e tão aí produzindo conteudo de qualidade e angariando cada vez mais fãs sem se venderem ou serem sugados

http://papel40kg.blogspot.com/

Postar um comentário