A estética do videoclipe

quarta-feira, 31 de março de 2010
Vendo recentemente o novo e tão comentado videoclipe da Lady Gaga, Telephone, resolvi dedicar esse post ao videoclipe. Não irei me estender na sua história, para isso basta fazer uma consulta no Wikipédia, mas falar um pouco da sua estética e o seu papel como peça de divulgação da música pop.
O videoclipe começou a ser amplamente utilizado nos anos 60 pelos Bleatles, mas foi nos anos 80 que ele começou a ser popularizado, adquirindo uma estética e linguagens próprias. Além da música e da imagem, outros elementos como montagem, edição, efeitos especiais, entre outros, passaram a fazer parte da elaboração de um videoclipe. Nesse sentido, podemos com toda certeza afirmar que o grande responsável pela revolução do videoclipe é o rei do pop Michael Jackson. Se antes os videoclipes eram meras fusões de imagens que faziam algum tipo de referência à música, a partir dos clipes de Billie Jean e Beat it, houve uma aproximação formal do videoclipe com o cinema, através do conceito de enredo. O clipe mais famoso do disco de Jackson é o homônimo Thriller. O clipe é uma espécie de curta metragem , Thriller tem tudo de filme narrativo, além do enredo, apresenta personagens principais, um letreiro de apresentação, créditos finais, etc. Sua contribuição mais importante foi subverter a música ao clipe, e não o clipe à música. Ou seja, a música do clipe é bastante diferente daquela encontrada no disco. Thriller é um marco na música pop e também na história dos videoclipes.

Pois bem, hoje os videoclipes são apresentados de diversas formas, utilizando diferentes tecnologias, e não deixam de ser excelentes peças para divulgação de música. Particularmente acho mais interessantes videoclipes com enredos, com uma boa história para contar, mais do que simplesmente o registro da banda ou artista em ação. Parece que Lady Gaga aprendeu muito bem a lição, seus videoclipes são cheio de metáforas, com Telephone ela se supera sendo, inclusive, coautora do roteiro, e apresenta uma série de referências aos trabalhos do diretor Quentin Tarantino. Ponto para ela, Telephone é um bom videoclipe, e deixa de vez marcada sua identidade, já que explora ao extremo sua imagem. Resultado: em apenas uma semana, após estréia, ultrapassou a marca dos 20 milhões de acessos.

Enfim, fico impressionado com a criatividade de alguns diretores, clipes de artistas como R.E.M., Björk, Daft Punk, estão entre os meus favoritos. Entre os brasileiros estão sem dúvida os da banda Pato Fu, que eu simplesmente adoro! O Pato Fu, por exemplo, teve uma iniciativa inédita no Brasil, lançou em 2007 um DVD de videoclipes de todas as faixas do álbum “Toda Cura Para Todo Mal”, todos os clipes puderam ser feitos com total liberdade pelos diretores, alguns já consagrados como Jarbas Agneli, do famoso clipe Made in Japan. Alguns foram feitos com animação, outros com tecnologia de última geração como em Anormal. O videoclipe é sem dúvida uma peça fundamental de divulgação da música pop.

Para ver e ouvir:
Eu - Pato Fu


22 comentários:

Um Pouquinho de Mim... LOIRA 22 disse...

Muuuuito bem escrito!!!

Texto e conteúdo excelentes!!!

Virei seguidora FATO!!!

Beijos

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Aham.. video Clip geralmente nunca me chamou tanta a atenção quanto a musica em si..mas confesso que muitas vezes é o que me faz baixar uma musica ou não...

Fabricio bezerra da guia disse...

Thriller foi mais que um video clip,foi um curta metragem,um marco na historia da musica

vitorinha^^ disse...

mto bom o q disse. meu namorado trabalha com audio visual, ele sempre ta criticando tdo q é Clip q ele ve por ai rsrs cada absurdooo hahaa
ah ele concorda cntg sobre Thriller


MUV http://muv-underground.blogspot.com/
http://insanidadecoerente.blogspot.com/

Viciadas disse...

Nossa, concordo plenamente: Thriller foi uma obra prima dos videoclips, e telephone da Lady Gaga é um exemplo do caminho que os videoclips deveriam trilhar.

http://viciadasem.blogspot.com

Admin Futebobeiras disse...

aprendi um poouco sobre os videos clipes.
um clipe nacional perfeito tb é o do skank - sutilmente pode conferir e até postar aqui pra galera ver.

sobe patu fu é d+

um abraçoo e já estou seguindo

www.futebobeiras.blogpsot.com
siga e comente, cada comentário la é um aqui;)

Fabiano disse...

Sem dúvida tem videoclipes que de tão bem feitos poderiam até participar de premiações como o Oscar... hehehehe... Esse do Patu Fu é um dos melhores no que se refere a enredo. Concordo com o comentário acima sobre o do Skank. Apesar de não ter uma história foi mto bem feito. Post maneirissimo.

Guilherme Lombardi disse...

excelente texto e blog, parabéns!

Rodrigo Rodrigues disse...

Olá sou da redação do Blog, gostamos muito daqui.
esperamos sua visita por lá.
Um abraço de todos da redação.

http://www.cadernododia.blogspot.com/

Gabriel Pozzi disse...

Olá Italo! =]
Mais um comentário sensacionaaaaal no meu blog, valeu cara!!! :DDD

Quanto ao seu post... bom cara, você vai até me achar exagerado, mas eu acho que videoclipe é uma das coisas mais sensacionais do mundo da música! hahaha principalmente aqueles com enredos bem montados, como você disse! O audio e video assimilados podem produzir resultados incríveis, onde um ajuda o outro. Por exemplo, a música valoriza muito mais o que está passando no vídeo, ao mesmo tempo que caso vc se envolva na história mostrada no vídeo, acaba ficando com a música na cabeça... rsrs
Esses dias eu estava ouvindo Radio Ga Ga do Queen, onde ele critica muito o videoclipe. Diz que as pessoas esquecem de ouvir a música, é só um barulho de fundo para o vídeo. Eu discordo; por exemplo, em um filme, a música carrega todo o clima de uma cena. Por que no clipe seria diferente???

Parabéns pelo post, citou ótimas referências como Michael, R.E.M (amazing), e mais recentemente além da Gaga, temos que prestar atenção nos clipes do Ok Go, estão muito bem feitos tbm!! =]

abraços, e tem coisa nova lá no song sweet song, valeu por estar lá frequentemente!!

http://songsweetsong.blogspot.com/

Macaco Pipi disse...

Q MARAVILHA
E AINDA UMA MUSICA BELISSIMA!

Nine disse...

otimo post!
adoro pato fu,
muito bem feito o clipe!

Guilherme Bayara disse...

Michael com toda certeza mudou os videoclipe para sempre.

E GaGa está resgatando a criatividade nos clipes...

Também prefiro clipes com enredo. São muito mais interessantes.

Marcela disse...

Olá,

Realmente você salientou com propriedade hipóteses musicais, achei sensacional a maneira ousada na qual Gaga retrata o "novo" clip, o que não era de se esperar, afinal ela vem causando certo estranheza com sua arte inovadora de causar amoções, e para concluir nada mais nada menos que um pouco de música brasileira, não pensaria num final melhor!

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

Lunaticools disse...

Pato Fu é muiito bom. Desde as letras à sonoridade, passando pelos ótimos clipes. Também curto muito os clips do R.E.M (me foge o nome agora, mas um em que eles estão em uma festa, e rola um play-rew... muito bom; o que vão em uma escola secundária e interagem informalmente com os alunos: 10). Os do Radiohead são obras de arte.
O que acontece de forma maciça hoje em dia, na maioria do formato "Pop", é muito clip para pouca música...

abç
Cidadão das nuvens

PedrO H. disse...

Seu blog tmbem tá muito legal XD
vlw por ter comentado no meu !

votarei mais aqui tmbem =D =D

Jeh Pagliai disse...

Adoro videoclips... Acho que passa bem a ideia da música...rs

Adorei!!!

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

Betty Gaeta disse...

Até agora não assisti este video da lady Gaga, Telephone, acredita?
Este video do pato Fu está maravilhoso.

habibsarquis disse...

Parabéns pelo blog. O videclip é essêncial para a música.

Blog: Cultura Dinâmica - www.culturadinamica.wordpress.com

musicpris disse...

boa pedida, Patu fu é maraaaaaaaaaaaa!!!e gosto muito de videoclip, tem um canal o multishow q amo, o programa de videoclips legendados!

Brunão MOV. RSJ disse...

Não sou muito de ver videoclipe de musica, prefiro ver-lo quando é engraçado, as vezes um videoclipe é o que me faz baixar uma musica, mas não sou de ficar assistindo muito.

Visite meu blog: http://brunaorsj.blogspot.com

Francorebel disse...

Adoro videoclipes, e quanto mais louco, melhor! A Lady Gaga está recuperando essa arte que estava ficando tão careta devido aos muitos clipes sem sal que vinham sendo produzidos... agora está havendo uma movimentação mais experimental, eu acho... gostei! Valeu!

Postar um comentário