Irreverência e genialidade com sotaque francês

terça-feira, 27 de julho de 2010
Prepare-se para uma nova experiência musical, se você é daqueles que curte sons inusitados e performances nada convencionais, vai gostar de Camille Dalmais, uma cantora francesa que descobri há algum tempo e já andei comentando por aqui. O que mais chama atenção, é que ela transforma seu próprio corpo e voz em instrumento de percussão, uma sonoridade estranha para o universo pop e certamente será para vocês. Mas é super bacana, já me acostumei e até virei fã de seu estilo.

Camille era integrante da banda francesa Nouvelle Vague, um grupo que tocava clássicos do punk rock e new wave em tom de bossa nova. Em 2002 lançou seu disco de estreia em carreira solo, “Le Sac de Filles”, nesse primeiro álbum, ela já dava os primeiros sinais de sua personalidade. Mas, somente no seu segundo trabalho "Le fil", de 2005, é que a cantora firmou seu estilo. O álbum foi consagrado pela crítica e bem recebido pelo público, conseguindo atingir a marca de 500 mil cópias vendidas. Nesse trabalho considerado genial, o disco tinha as quinze faixas conectadas por uma única nota, por isso o Le fil (o fio) e as músicas eram exploradas na base de uma voz, um baixista e, por vezes, um teclado. O cartão de visitas de “Le fil” é a canção “ Ta douleur”. Em 2008, Camille lançou seu terceiro álbum “Music hole”, gravado primordialmente em inglês, com a intenção clara de atingir outros públicos. Não sendo tão conceitual quanto o anterior, “Music hole” alcança grandes momentos, principalmente nas faixas “Gospel with no lord”, “Money note”, na qual faz graça com quem conquistou fama com seus agudos fortíssimos (Celine Dion, Whitney Houston, etc), "The monk" e "Katie's tea".

Enfim, Camille foi uma experiência estranha no começo, achei ela meio “maluca”, depois passado a estranheza, achei genial. Seu trabalho surpreende pela originalidade com que mescla ritmos, vocais, bases eletrônicas e suaves melodias francesas. J'adore Camille!

Clique nos links abaixo e veja o clipe das músicas:

Ta douleur

Money Note

37 comentários:

shameless boy...* disse...

adoro conhecer novos cantores...*
realmente ela parece meio maluca...mas deve ser falta de costume...*


abração e parabéns pelo blog!...*

jaka disse...

vou conferir a moça!

Bruno disse...

Reconheço a importância de obras experimentais, mas não são a minha praia.
Porém, gostei tanto das músicas quanto dos clipes postados. Legal.

Abraço.

Leticia/Leonardo disse...

olá...
bem interessante
vou tentar baixar musicas =]
o blog tbm ta otimo!
bjos
Leticia

http://novalexandrianet.blogspot.com/
blog sobre vestibular,concursos,enem e dicas de informatica

http://novalexandrianimes.blogspot.com/
blog de animes =]

Fabíola Oliveira disse...

Oi, bom dia. Gostaria de pedir desculpas pelo que falei ontem na comunidade. Confudi i seu nome com o de uma outra pessoa e não o reconheci na foto ao lado do seu nome. Minhas sinceras desculpas.

Macaco Pipi disse...

se seguir meus conselhos tem futuro.

Ana R. disse...

Nossa, também achei ela muito loka (vi um video no youtube), mas se você for ver, ela da é um show de originalidade e criatividade artística, devia dar umas aulas para a Lady Gaga.

Muito bom seu blog,

abraços

Mônica May disse...

Adoro conhecer novos artistas!
Vou dar uma conferida ^^
...
obg por comentar no meu blog...
PS:estou te seguindo

bjos

r.farias disse...

O modo de como ela se " apresenta " bastante incomum ... mais percebe que e de uma profundidade incrivel !!

Apesar da criativade e algo totalmente "escroto" hehehe

Abraço

Barbara Coulson disse...

adoro cantores franceses (os bons)
tenho ouvido muito Joyce Jonathan
uma francesa de muito talento também! rs
Parabéns pelo blog
Beijos

Rony Phanuelly disse...

Ummmm, Adorei.
Muito legal o som dela ^^

O blog está ótimo. Tudo, a forma como você fala da cantora e as críticas do post anterior ^^
O blog está de parabéns ^~

Daniel Silva disse...

tenho um amigo que é fanático por ela, mas ainda não a ouvi. não tive "coragem". talvez essa não seja a palavra certa. acho que faltou foi vontade.

abraço

CAMYS disse...

Então ela era de Nouvelle Vague, já ouvi falar muito dessa banda, mas nunca ouvi nada. Já tinha curiosidade em conhecer, vou ver acho uns videos dessa vez e curto. Da banda e da Camille, já que seu texto me deu bastante curiosidade pra conhecer o trabalho em grupo(mais ainda) e solo dessa artista

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Cath disse...

Olá, nao curto mtu a França ou seus cantores, eu moro na Irlanda, já fui para a França e com excecao de um amigo frances que é completamente doido, nao gostei mtu do país. Vou procurar alguma musica dessa moça e ouvir.
abss

www.catincollege.blogspot.com

KASSIO KIBOR disse...

Não conhecia a Camila, muito
legal a história dela.
parabens pelo blog
e obrigado pelo comentário
no Kibor Blog

meusblogs disse...

Muito interessante, escutarei para formar uma opinião ^^

Uma dica: Se você linkasse os vídeos direto aqui no seu blog facilitaria!:)

Espero sua visita lá no meu blog!
http://jardim-das-hesperides.blogspot.com/

PS: Estou seguindo aqui! (:

Amanda Dias disse...

' Ah, legal. Talentos sendo descobertos, isso é sempre bom. Porém, não é a minha 'praia', mas interessante a história .
beijão.

-Bia disse...

Nossa, é de fato algo muito diferente e por que não dizer estranho? Mas confesso que achei legal! Sempre que vejo clips, imagino o quanto as pessoas se divertiram fazendo-o imagino que tenha sido super divertido fazer algo assim. Hehe, obrigada tambem pela visita lá no blog, espero que volte sempre se não se importar, segue-o? Bjs.

Gu Paiva disse...

Cara! J'adore Camille! Sou bailarino, e nas aulas de dança contemporâneo sempre usamos as músicas dela. Ela é linda e tem uma voz impressionante. Gosto muita da "Cats and Dogs" e "1,2,3".

Gostei do teu blog. Seguindo!

LADY DARK ANGEL disse...

Eu ja tinha visto este trbalho antes, mas nunca havia ouvido falar sobre ea

chrono.redfield disse...

Gosto muito da musica francesa, e realmente eu gostei muito do trabalho dela.
Diferente porém muito bom.

Parabéns pelo post e pelo Blog

DanielVB disse...

Nunca ouvi falar!
Mas parece ter conteúdo!
:)

Adilson Guimarães disse...

A proposta do seu blog é realmente muito legal, pra mim que curto conhecer novos artistas e gêneros todos os dias. Isso engrandece muito nossa formação. Parabéns!

KARRANKA disse...

Como você viu no meu blog, eu gosto mais de músicas antigas, mas é sempre bom conhecer novas músicas de qualidade.
Estou ouvindo agora.
Seu blog é muito bom, sou um blogueiro novo e por isso estou sempre de olho em bons blogs para melhorar.
valeu por dar uma passada no meu, abraço

JASMINE TIGER disse...

nunca tinha ouvido falar dela..mas vou conferir
bjs

JaCoNa disse...

Quando o assunto é musica eu sou meio durona... rsrs
Eu não curto a lingua farncesa, então as musicas em francês dela ctz não vão me agradar. Qnd eu sair do meu momento de ouvir interpretes masculinos, posso dar uma procurada sobre o trab dela. Valeu a dica =)

Eliseu Antonio Gomes disse...

Não conheço a cantora. Vou conferir o talento dela.

Vinícius Coelho disse...

Sou fan de música francesa!
Gostei do post. Já estou baixando as músicas dela.

Lady Murphy disse...

Pelo menos pelo que você diz, parece muito interessante. Vou baixar algo e retorno aqui para dizer-lhe com mais propriedade o que achei.

Abraço

Cristiano Contreiras disse...

Teu blog é de uma beleza imagética e textual, parabéns!

Leo|mascaro disse...

A Camille é ótima!! Gostei muito desde a primeira ouvida. Mas, não sei porque, acabei ficando só no "Le Fil". Preciso baixar os outros para escutar.

Mônica Pinheiro disse...

Não conheço cantores franceses e gostei dela. Vc tem bom gosto. Bjos

Mônica
http://www.redenacional1.blogspot.com

Victor Von Serran disse...

Não conhecia nada sobre a Camila, muito
legal e interessante a história dela.
parabens pelo blog

entrei naquele esquema de seguir e comentar para divulgar minha pagina mas confesso que gostei desse aqui

se quiser devolver a gentileza
http://universovonserran.blogspot.com/
quando gosto volto sempre pra comentar !

J. Valentin disse...

Poxa, adoreeeeeeeeeeeei a voz dela! Não a conhecia. Parabéns pelo blog, realmente é muito bom todos seus posts!

www.meuceuparticular.blogspot.com

Gabriel Pozzi disse...

Mestre Ítalo!
É muita coincidência mesmo: nesse exato momento de minha vida estou em uma onde de curtir bandas francesas! Algo como Noir Désir, Louise Attaque, e até mesmo Nouvelle Vague, de onde saiu a mocinha do seu post!
E veja só que simples palavras como "inusitada", "novas experiências" e "originalidade" já despertaram aquela curiosidade em mim que, sem pensar duas vezes, procurei algum material dela. Belíssimo!
Ta Douleur é ótima, e funcionou muito bem para que eu aderisse Camille Dalmais em minhas playlists atuais! Claro que a fase francesinha que eu estou e seu cativante texto ajudaram, não é mesmo?
Enfim, como você muito bem falou, aquilo que é estranho tem tendência a se tornar genial, se tiver qualidade (é claro), vide meus queridíssimos Sigur Rós! :)
Abraços, e parabéns por estreiar meu quadro de "melhor comentário da semana", você merece! hahaha

http://songsweetsong.blogspot.com/

Guilherme Lombardi disse...

Não conhecia ainda, mas gostei bastante

Pedro disse...

Não curto, prefiro o bom jazz.

Postar um comentário